Compartilhe
Tamanho da fonte


11/8/2017
O IMPACTO DO AMBIENTE E SEUS ESTÍMULOS SENSORIAIS NA CRIANÇA
O ambiente representa um meio importante para o desenvolvimento do ser humano que, desde que nasce está exposto a diversos estímulos sensoriais em condições diferenciadas. Alguns marcos importantes do desenvolvimento estão relacionados aos fatores ambientais, que vão se tornando mais complexos à medida que a criança cresce.

Inicialmente o ambiente do bebê é, em grande parte, filtrado pelo seu cuidador, sendo que os estímulos sensoriais são graduados e aos poucos passam a ser recebidos de forma mais intensa pela criança. A luz, a temperatura, o toque, tudo é pensado para que o bebê fique confortável e tranquilo. Esse filtro é necessário e ocorre de maneira natural, para que a criança vá preparando todo seu sistema sensorial de modo a receber posteriores estímulos que serão cada vez mais diversificados.

Os desafios vão se traçando a medida que o bebê cresce, muitos estímulos começam a chegar com menos filtro, e aos poucos tudo vai ganhando mais intensidade. O ambiente vai se expandindo, antes era somente em sua casa, aos poucos passa a ampliar sua vida social junto aos familiares, logo mais poderá estar frequentando o ambiente escolar e convivendo com seus pares.

Quando se inicia o caminhar, a criança passa a ver o mundo de outros ângulos, a percorrer novos ambientes e a explorar tudo que lhe chama a atenção de forma mais ativa. São cores, movimentos, cheiros e sabores que encantam, intrigam e instigam. Outro marco importante da infância é a chegada da idade escolar. O circulo social é ampliado e este novo ambiente aparece cheio de desafios, tanto cognitivos como sociais. Para além disso, pode-se pensar em todo o contexto de estímulos sensoriais que o ambiente escolar oferece, tão necessários para o desenvolvimento sensório-motor.

Como a criança está se comportando frente aos ambientes? De que forma suas aprendizagens estão ligadas aos estímulos sensoriais? Como o ambiente interfere no desenvolvimento da criança? Essas são algumas questões que nos ajudam a refletir sobre algo que costuma passar despercebido em nosso dia a dia, a imensa gama de informações sensoriais advindas dos ambientes que a criança frequenta.

Interpretar os estímulos sensoriais que chegam pelo meio e produzir uma resposta adequada, é um desafio, sendo que este processo representa a maturação e a integração dos sistemas sensoriais. Os estímulos podem estar somando ao seu desenvolvimento, como também podem representar um desafio ainda maior quando há alguma dificuldade no processamento destas informações sensoriais.

É importante pensar nos ambientes como desafios e grandes espaços de aprendizagem, sendo que cada um possui características específicas. Todas as interações com diferentes ambientes, exigem dos sistemas sensoriais o empenho em produzir respostas, nada acontece isolado do meio e da interação, tudo está conectado e tem uma representatividade no desenvolvimento integral. A graduação dos estímulos pode ser essencial para que a criança dê conta de acompanhar e responder as demandas ambientais, favorecendo desta forma seu desenvolvimento.

Aline Zanotto
Assessora da Inclusão Eficiente Sul




voltar